Falta pouco para o início do período de entrega da declaração do Imposto de Renda ano base 2020.

Falta pouco para o início do período de entrega da declaração do Imposto de Renda ano base 2020. De acordo com a Receita Federal, as declarações devem ser entregues entre o dia 2 de março até o dia 30 de abril. Até a data limite, os contribuintes devem reunir a documentação (recibos médicos, notas fiscais etc.) com os dados que serão enviados à Receita.

Apenas em 2019, foram mais de 30 milhões de declarações recebidas pela Receita Federal. Além disso, segundo a pesquisa da Contábil Trends 2019, aproximadamente 20% dos escritórios de contabilidade relataram dificuldades em receber os documentos fiscais em tempo hábil para realizar as atividades de fechamento, e menos de 30% utilizaram armazenamento em nuvem. Porém, com as mudanças tecnológicas, hoje é possível declarar o IR de forma 100% online, com o uso do Certificado Digital que além de simplificar o processo traz uma série de outras vantagens para o utilizador.

Diante desse cenário, a Soluti criou uma campanha denominada “Contador, esqueça o passado!” que visa facilitar a vida dos contadores e ampliar o acesso do Certificado Digital pessoa física para diversas aplicações. No período de 26 de fevereiro até 30 de abril a empresa disponibilizará gratuitamente, através dos Contadores, Certificados Bird ID para a Declaração do Imposto de Renda para pessoas físicas.

Segundo Lucas Vieira, Gerente de Produtos da Soluti, “a declaração feita com o uso do Certificado Digital é muito mais simples e vantajosa, pois reduz a chance de erros no momento da prestação de contas e que o contribuinte seja pego pelo leão.” O resgate dos vouchers do Bird ID deverá acontecer na página exclusiva da campanha.

Confira abaixo algumas vantagens de possuir o Certificado Digital na hora da declaração:

Acesso a declaração pré-preenchida
Para realizar a declaração é preciso que os contribuintes reúnam diversos documentos que constam os gastos com educação, saúde, previdência privada, aplicações financeiras, etc. Por isso, é comum atrasos e até divergências nos valores informados ao Fisco, uma das principais causas que levam as pessoas para a malha fina. Com o Certificado Digital, o contribuinte tem acesso a uma declaração pré-preenchida, contendo todos os dados já armazenados. Sendo assim, o usuário precisará apenas verificar as informações e realizar as alterações necessárias, evitando erros que possam fazer com que o declarante seja pego pelo leão.

Facilidade nas retificações
O Certificado Digital ainda viabiliza ao seu possuidor a execução simplificada de consultas e eventuais retificações no documento encaminhado à Receita Federal. Assim, por meio do e-CAC (Centro Virtual de Atendimento) da Receita, o contribuinte pode verificar seus dados, consultar o status da sua declaração, checar fontes pagadoras e complementar a declaração de forma simples, o que garante um maior rigor no cumprimento da obrigação, evitando quaisquer restrições e sanções junto ao Fisco.

Obter as declarações dos anos anteriores
Por meio do Certificado Digital, o contribuinte pode também acessar as declarações enviadas nos últimos anos. De forma direta, essa possibilidade garante ainda mais transparência e rigor ao processo, além de dar mais segurança ao contribuinte, que passa a poder cruzar dados e reduzir a probabilidade de errar na hora do preenchimento e, consequentemente, de cair na temida “malha fina”.

Uso da tecnologia para outras atividades
O Certificado Digital para Pessoa Física — e-CPF ou e-PF — é um documento eletrônico utilizado para representar pessoas em ações praticadas no universo digital. Desta forma, além da declaração de IR, o Certificado permite a realização de uma série de outros processos em plataformas digitais, como assinar contratos, de qualquer lugar e a qualquer hora, acessar sistemas de escrituração contábil e emissão de nota fiscal. É possível ainda, fazer a renovação de sua CNH pela internet, nos estados em que o Detran forneça essa facilidade, entre outras ações.

Todas essas vantagens somadas ao aumento de produtividade na contabilidade são ótimos motivos para que contadores fomentem o uso do Certificado Digital.

 

Fonte – Portal Contábeis / Redação Contábeis