A Black Friday é o período de compras que ocorre em novembro e já é uma das datas mais importantes para o comércio brasileiro.

De acordo com a Associação Brasileira de Comércio Eletrônico (ABComm), a Black Friday já é a segunda principal data comercial para os lojistas brasileiros, atrás apenas do Natal.

Em 2018, o comércio online faturou cerca de R$ 2,8 bilhões apenas nos dias do evento, resultantes de mais 8,8 milhões de pedidos. As ofertas da Black Friday 2019 já têm data para acontecer: a edição deste ano está prevista para o dia 29 de novembro.

Por se tratar de um dos momentos mais importantes do ano para os comerciantes, é fundamental que eles estejam preparados para atender o aumento na procura nesse período. Em muitos casos, é papel do contador e dos escritórios contabilidade alertar os lojistas sobre alguns aspectos que precisam ser observados.

Essa pode ser ainda uma oportunidade de oferecer um trabalho consultivo, visando proporcionar ao empresário uma maior lucratividade no período. Aqui vão algumas dicas sobre como orientar seus clientes para que eles tirem o melhor proveito possível do evento.

1. Fique de olho nos produtos mais vendidos
A partir do histórico de venda dos meses anteriores você pode auxiliar o seu cliente preparando um ranking com os produtos mais vendidos. Verificando as sazonalidades, é possível prever quais itens terão maior procura e, desde já, buscar junto aos fornecedores melhores condições de compra.

Se houver indícios de que a demanda aumentará, comprar uma quantidade maior pode resultar em um custo unitário menor. Essa diferença poderá ser repassada aos consumidores em forma de desconto ou, ainda, servir para aumentar a sua margem de lucro.

Independentemente da sua escolha, o fato é que aqueles que planejarem suas compras com antecedência, além de garantir melhores preços, terão mais alternativas em termos de promoções. A quantidade de ofertas pode ser um fator determinante para o consumidor comprar mais.

2. Atenção aos procedimentos fiscais
Quando há um aumento no volume de vendas em curto espaço de tempo, é natural que muitas empresas “sofram” por alguns dias por não terem uma quantidade de pessoal disponível para processar todas as demandas. Por isso, quanto mais organizado estiverem os processos de emissão de notas fiscais, mais ágil será a emissão no grande dia.

Se necessário, seu escritório poderá capacitar mais funcionários para darem conta dessa função. Aquelas empresas que não têm a organização como um ponto forte devem requerer atenção redobrada. Se preciso, elabore um check-list para o seu cliente para que ele se sinta mais seguro.

Tenha em mente que é melhor se esforçar agora, antes da Black Friday, para deixar todos os processos alinhados do que “correr atrás do prejuízo” depois que o grande dia passar. Tire as pendências do caminho e esteja preparado para resolver problemas de última hora.

3. Controle o fluxo de caixa
A empolgação com a possibilidade de um período com maior volume de vendas faz com que muitos gestores tomem decisões precipitadas. Sem consultar orçamentos, eles investem em marketing, solicitam compras de itens ou mesmo tomam decisões sem pensar no caixa da empresa.

O papel do contador é orientar os seus clientes com relação ao fluxo de caixa. Por mais que certas ideias de última hora pareçam convidativas, é importante que essas possibilidades estejam previstas em um orçamento. Caso contrário, um erro pode comprometer o faturamento dos meses seguintes.

O cenário ideal é aquele em que o profissional de contabilidade, junto com o gestor ou o proprietário, estabelecem um orçamento máximo do que pode ser gasto. A decisão de como os valores serão investidos será do empresário, mas se elas forem tomadas dentro de certos parâmetros estabelecidos pela contabilidade, as chances de que erros se tornem problemas muito maiores diminui consideravelmente.

4. Ofereça relatórios e projeções
Uma das características do contador moderno é a proatividade. Muitas vezes o cliente não faz ideia do tipo de serviço que o seu escritório é capaz de oferecer – e por isso mesmo nunca solicita algo que fuja do padrão.

Ninguém melhor do que você para lidar com números, relatórios e projeções de receita, então por que não oferecer esse tipo de consultoria para os seus clientes? A partir do momento que você mostra a eles que é possível aumentar a lucratividade ou reduzir os custos seguindo seus conselhos, muitos estarão dispostos a fazer esse tipo de investimento.

Por se tratar de um trabalho diferenciado e qualificado, oportunidades como essas podem ser capazes de gerar uma receita extra para o seu escritório. Portanto, faça um planejamento de quais serviços podem ser oferecidos e apresente-os para os seus clientes.

Não deixe passar essa oportunidade
Falamos no item anterior sobre a proatividade do profissional de contabilidade moderno e ela deve estar presente mais do que nunca nesse momento. Muitas empresas deixam de investir ao longo do ano para concentrar os seus esforços nos períodos da Black Friday e do Natal.

Portanto, se há um momento ideal para que você ofereça novos serviços e tenha atenção dos seus clientes essa hora é agora. O último trimestre do ano marca também o início do planejamento para o ano seguinte. Com bons argumentos, os investimentos direcionados à sua consultoria podem entrar no orçamento desde já.

Entregar resultados e dar segurança ao cliente é a melhor maneira de mostrar o seu valor. Esteja pronto para fazer mais do que ele espera e surpreenda-o: quem sabe a próxima Black Friday não solidifica ainda mais a suas parcerias?

Fonte – Portal Rede Jornal Contábil / Parceiro: Sage
Foto – Portal Rede Jornal Contábil